A persistência da memória

Recentemente achei num cache do Google um arquivo que os seu autores provavelmente desistiram da sua publicação.

Parece que este grande computador Assimoviano que é a Internet já não esquece mais nada. Nem os pequenos. Quando compro um novo HD, tenho espaço para colocar tudo que tinha no antigo e ainda sobra mais do que o que tinha no antigo em espaço livre.

Posted by Roberto de Pinho

Deixe uma resposta