No dia seguinte ninguém morreu.


Assim começa o livro “As intermitências da morte”, de Saramago. Será minha próxima leitura não técnica. Espero que me fale sobre a morte do outro. do próximo e do não tão próximo. É isto que quero. e certamente é isto que Saramago fará.

Compre: Aqui

Posted by Roberto de Pinho

1 comment

Não conhecia seu blog na época deste post. Infelizmente, ainda não encontrei lugar para Saramago nas leituras deste ano. Terei que dar um jeito. Dele, quero ler Ensaio sobre a Lucidez. Lucidez é o que procuro.

Deixe uma resposta