A importância do sagrado

Quase nada para mim é sagrado: esporte, política, religião, gosto musical e por a vai.

Isto aumenta em muito o risco que corro e incorro de ofender aqueles que guardam algum respeito ao que lhe é caro.

Para variar um pouco, estive do outro lado do muro no show de Stanley Jordan, praguejando aqueles que insistiam em ficar falando durante o show. Fiz uma mental note para nunca mais ficar contando piadas durante missas…

No dia a dia, alguns hábitos sagrados podem ser estorvo, mas podem ser muito úteis, como o hábito (arcaico, em tempos digitais) de transferir telefones para a agenda nova no final de ano.


Dentre os meus poucos hábitos sagrados, nada supera em santidade este mandamento:

Não deixarás o cinema antes do fim do filme.


Só o desobedeci 2 vezes, uma assistindo, de novo, História Sem Fim 2. Saí depois que a mocinha, a que estava ao meu lado, não a do filme, não correspondeu às minhas investidas.

A segunda, num Almodóvar, mas desta vez, o pecado valeu a pena, e olhe que era um Almodóvar.

Posted by Roberto de Pinho

4 comments

Você viu o filme “Dias de Nietzsche em Turim”? Esse merece seu pecado. Pobre Nietzsche deve ter se revirado na tumba.

Acho que o hábito de escovar dentes é muito salutar. Também o de tomar banho. Eu tento criar hábitos, mas não sei o que eles comem. Igor tem hábitos peculiares. Eu os acho fantásticos. Não sei qual hábito me é peculiar. Vou perguntar ao Igor e depois posto aqui. rs.

Pra você é sagrado não ter nada sagrado… Goto 0.

Neste caso, Gödel é sagrado.

Gostei do “esporte” em primeiro lugar! rsrsrsrs
“1.Que se sagrou 2.relativo a coisas divinas…” Aurélio
“Coisas Divinas” frase bonita!
“Divino 1. de, ou proveniente de Deus” Aurélio
O q é divino pra Deus? Ele mesmo?
Deus é ateu. Deus é ateu?
Sacrado é uma palavra dispensável em qualquer dicionário pois não existe. Existe pois está nos dicionários e no nosso divino vocabulário. Pq divino vocabulário? Pq se nós criamos o vocabulário e Deus nos criou…

Deixe uma resposta