A média, a mediana e a divisão do PIB (Parte II)

Publicado originalmente, em versão reduzida, como post convidado no blog On The Rocks @ Yahoo! Brasil de Walter Hupsel. Continuação de A média, a mediana e a divisão do PIB (Parte I)

Versão em Inglês / English version here

Prefácio

 

Na continuação do guest post de Roberto Pinho, o autor demonstra o porquê do PIB per capita não ser uma boa medida quando tratamos do coeficiente de GINI, que visa aferir, justamente a desigualdade social.

Walter Hupsel

A média, a mediana e a divisão do PIB – Parte II

Com aritmética simples, o índice de GINI possibilita a conversão do PIB per capita em PIB mediano, assumindo que a renda segue uma distribuição de Pareto. Por exemplo, o PIB per capita da Namíbia em 2011 era de USD 6.326 1, no entanto, levando em consideração seu GINI de 0,64, o PIB mediano é de apenas USD 2.392. Uma grande diferença.

A equação que fornece o PIB mediano, que talvez devesse ser chamado mais apropriadamente de  PIB per capita ajustado pelo GINI, é:

(1)   \begin{equation*}  PIBmediano = \frac{\sqrt[\alpha]{2} \times (\alpha-1)}{\alpha}\times PIB \textit{ per capita}\text{, onde } \alpha = \frac{1}{2\times GINI}+\frac{1}{2} \end{equation*}

Se você tolerar um erro de aproximadamente 6% em relação ao que é esperado dada uma distribuição de Pareto, você pode simplesmente utilizar (1- GINI)\times PIB \textit{ per capita}.

Agora vamos considerar a Ucrânia, com um PIB per capita equivalente ao da Namíbia em 2011, USD 6.365. A Ucrânia tem um índice de GINI muito melhor, 0,26. Assim, o seu PIB mediano fica em torno de USD 5.000, mais de duas vezes o calculado para a Namíbia. Esta diferença é muito mais consistente com a avaliação destes dois países segundo o índice de Desenvolvimento Humano (IDH), utilizado pela ONU, que coloca a Ucrânia e Namíbia, respectivamente, nas categorias de alto e de médio desenvolvimento humano. A análise isolada do PIB per capita dos dois sugeriria que eles estivessem empatados na mesma posição e categoria.

chart_1
Curvas de densidade de probabilidade para dados simulados com o mesmo PIB per capita como média mas com diferentes índices de GINI. Em escala log.

O PIB mediano pode também fornecer uma perspectiva mais rica sobre a evolução do PIB de um país e seu impacto sobre a população. Os EUA viram o seu PIB per capita crescer 74% entre 1980 e 2012, enquanto que o seu PIB mediano ou mPIB cresceu menos: 52%2. Olhando o período entre 2007 e 2012, período que inclui a Grande Recessão, o cenário é de recuperação total se olharmos o PIB per capita. No entanto, o mPIB registra uma retração de quase 3% no mesmo período. Sim, houve melhoria em relação ao pior momento da crise, registrado em 2009, mas também não há recuperação total da economia como indica o PIB per capita.

chart_2
Evolução do PIB per capita e PIB mediano para os EUA utilizando os valores de 2007 como índices (=100).

Como ocorre com qualquer indicador, o PIB mediano tem as suas limitações. O índice de GINI, necessário ao cálculo, tem menor disponibilidade que o PIB per capita. Às vezes apenas disponível em intervalos de 10 anos. No entanto, alguns procedimentos podem ser adotados para minimizar este problema. Uma vez que o GINI flutua menos entre anos para um país do que entre países em um ano, usar o dado do último ano disponível pode produzir melhores comparações entre países que o simples PIB per capita. Sua adoção certamente requer algum trabalho para melhorar a disponibilidade, qualidade e comparabilidade, um desafio constante mesmo para o sempre presente PIB, como defendido recentemente por Bill Gates.

Todos nós que vivemos trabalhando com estatísticas sabemos que elas podem tornar-se uma influência adversa no desenho de políticas. Quando focamos no PIB per capita, estamos levando em consideração uma pessoa não existente, focando em uma medida que pode melhorar independentemente do que ocorre com grande parte da população. Nós deveríamos focar numa medida capaz de melhor refletir a realidade de um indivíduo bem real, ainda que anônimo, encontrado bem no centro da distribuição dos seus pares. Se começarmos a ver esta medida na home page do Banco Mundial, brilhantemente promovida no Gapminder do Hans Roslings, ou talvez na página principal do Yahoo, talvez possamos ajudar a redefinir progresso econômico em termos que realmente significam progresso para a nossa população.

Agradeço os comentários e sugestões recebidos de Andre Luchine, Beto Boullosa, Camilo Telles, Eduardo Viotti, Emilia Spitz, Joniel da Silva, Leonardo Fialho, René Dvorak, Vini Pitta and Walter Hupsel.

1. Ao não ser se indicado diferentemente, todos os valores foram obtidos no site World Development Indicators, acesso em 31 de Dezembro de 2013. Indicators: GDP per capita, PPP (constant 2005 international $): NY.GDP.PCAP.PP.KD; GINI:SI.POV.GINI, latest available year.

2. GINI data for the USA from FRED: http://research.stlouisfed.org/fred2/series/GINIALLRH , not compatible with WDI data;

Alguns dos Scripts R usados pra produzir este texto:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *