Drummond

Canção Amiga Eu preparo uma canção em que minha mãe se reconheça, todas as mães se reconheçam, e que fale como dois olhos. Caminho por uma rua que passa em muitos países. Se não me vêem, eu vejo e saúdo velhos amigos. Eu distribuo um segredo como quem ama ou sorri. No jeito mais natural […]

apideiti: O fim das ditaduras

José Carlos Gomes, co-autor do artigo “Democracia, evolução e teoria do caos” da Revista Ciência Hoje fez os comentários abaixo sobre o post “O fim das ditaduras“, aqui deste blog: Então não são apenas críticas aos “neo-evolucionistas”, tem também gente que compreende o mais simples, o óbvio ululante: a sociedade humana está mais conectada com […]

Caetano Veloso e João Gilberto – Bahia com H

Enquanto a Bahia aparece no noticiário nacional no que tem de pior, com seus neo-coronéis e suas malas de dinheiro, eu fico contente em saber que existem baianos como estes dois que conseguem destilar tudo e tão somente aquilo que ela tem de bom.

Gritos e sussuros

Muitos escrevem entre uma silenciosa tensão. A vontade de gritar ao mundo: sou assim como você. Aceite-me. Mas olhando de perto, dizem, baixinho, sou assim como você, mas tenho um pouco a mais, sou um pouco diferente, um pouco insubstituível. Noutros, a voz alta diz: sou o bizarro, não tenho nada deste mundo. O estrangeiro […]

Requiem

No dia em que eu morrer, quero que ouçam Portishead e que aprendam que só na dor há a cura. No dia em que eu morrer, quero que toda declaração seja previamente escrita e lida por uma outra pessoa e que aprendam na dor do outro a lidar com a sua própria dor. No dia […]

Vendo Perfume

Gostaria de poder dizer “eu vejo perfumes”, in the fashion of “I see dead people”. Mas, é fato que não vejo perfumes. Minha debilitada visão é o meu sexto sentido. Mas lia muito Perfume e vi Perfume, livro e filme. Acho o filme mais que competente ao retratar cheiros. Seja diretamente, como quando Baldini prova […]