Labirinto

Poema de Hermínio Bello de Carvalho Acho bonito falar alemão. Por isso, talvez, eu não queira aprender a falar alemão. Seu eu falasse alemão as pessoas iriam dizer, simplesmente, “ele fala alemão” e aí perderia toda a graça. A graça está em achar bonito falar alemão. Por isso, às vezes, eu deixo de fazer algumas […]

Samsara

Todos os dias tento me reescrever a mim mesmo,mas como fui escrito à caneta, não há borracha que dê jeito. Resignado, rabisco em cima de mim todos os meus excessos. Faço traços e curvas cada vez mais fortes até que não se distingua uma letra sequer. Inutilizado o papel, digo: agora, tudo vai ser diferente […]